sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Sem graaaaaça...

Quem me conhece sabe que eu sou completamente louca por revistas de moda...Nacionais, internacionais, das grandes publicações às independentes, do papel ao virtual. Fazem parte das minhas leituras obrigatórias a Vogue Brasil, Vogue Italia, Vogue Paris (de vez em quando, já que o meu francês é uma merde), Vogue Russia, Elle Brasil, Interview Magazine, i-D mag, mag!, e algumas e haja papel... mais...Na verdade, todas que estiverem ao meu alcance, ou as orientais e leste-europeias que alguns amigos do peito me mandam escaneadas!...Papel - seja  em revistas, livros, bloquinhos - é o meu negócio!
Mas o papo é sobre revistas, e meu amor - e desamor - por elas...Digo desamor, porque uma publicação que vem me cansando a cada edição é a Vogue América. Existem milhões de fotógrafos incríveis, mas Mario Testino me parece ser o responsável por 90% das capas! E por falar em capas...Celebridades do momento em looks dispensáveis e indiferentes, em fotos com o enquadramento que vai  sempre da cintura para cima, com um sorriso amarelo, podem até fazer jus a um padrão de beleza comum, o "bonito que não faz feio", mas a Vogue America tá precisando de uma chacoalhada viu, Anna Wintour?! . Estamos falando de Vogue a revista de moda mais conhecida do mundo, verba não falta, a faca e o queijo estão nas mãos da equipe...Por que ir sempre pelo mesmo caminho?!

Capa de Novembro, fotografada por Mario testino.

O enquadramento é pobre, falta informação de moda, fontes desinteressantes e quase sempre iguais...Sem sal!
Um exemplo de falta de criatividade é a capa com o elenco do musical "Nine", veiculada em 2009, no mês de Novembro:

O musical é super rico em referências de moda e as atrizes ostentam looks incríveis durante as cenas...Aí a Vogue America chama essas lindas atrizes e me faz essa capa??!! Todo um clima book de 15 anos rolando...Vestidos grifados, sim, mas órfãos de um wow factor. Não falo de algo chocante, gaguismos e afins, mas da falta de algo que prenda meus olhos na capa da revista, que me provoque um desejo de compra não só da revista, mas por consequencia, das tendências e produtos que são vendidos nela.

Agora, dêem uma olhadinha nisso...

Vogue Italia - Uma espécie de luxo minimalista sim, é possível!, uma capa envelhecida, atitude rock glam, um certo sarcasmo fashion, o make da estação, e um ar retrô e teatral...A Vogue Itália é pura performance fashion. Inspiração na certa!

Vogue Russia - Looks deliciosamente exagerados e cheios de glamour traduzem perfeitamente as tendências da estação.

Vogue Paris - Sem muitos rodeios, a publicação comandada por Carine Roitfeld foca na moda, tendências, preferências, referências...O minimalismo francês, que aparece até quando o objeto é uma capa que ostenta estampa de oncinha das letras aos acessórios!

Vogue África - Uma celebração da cultura africana em fotos com modelos, looks e chamadas de capa que realmente chamam a atenção da mulher africana.

Vogue China - Imponentes e claras quanto ao que quer ser passado, a Vogue China chama atenção não só pelas fotos que estampam as capas, mas por toda a informação que vem nela. Do nome "Vogue" nos dois idiomas, á disposição das chamadas de capa, tudo enche os olhos, mesmo quando são usadas cores leves.

Vogue Nippon - Clean e levemente pop, a Vogue Nippon exibe tendências de uma forma deliciosamente objetiva, e conversa de uma forma direta com as jovens mulheres japonesas.

IN-FOR-MA-ÇÃO de moda, Vogue América...

Só uma ultima comparação...
Julianne Moore na Vogue Paris - celebridade, certo?!
Anne Hathaway na Vogue America - Também celebridade...

Observem a produção da capa da Vogue Paris: as peças são poucas, mas seja pela iluminação, pelo look ou pelo cenário, ou na verdade, pelo conjunto da obra, a Vogue Paris é mais criativa, mais interessante...Enquanto a Vogue America mostra quase uma debutante, pobre em styling e em produção em geral.

Dá um up aí, Anna Wintour!

Gros Bisous
:*'s


6 comentários:

  1. Adoreeei o post Hannah! Acho que a Vogue Americana devia mesmo mudar um pouquinho!

    Bjss ;* Renata

    www.renataalecrim.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. UaU! que post!!! Sem comentários!!!
    Você realmente tem razão, a Vogue América tá bem pobrinha, perto das outras então, uma vergonha!
    :*

    ResponderExcluir
  3. Ameeeeeei Hannah e concordo, como amante de revistas também ( na sua maioria de decoração kkk ) gosto de ver coisas novas !

    beijo :*

    ResponderExcluir
  4. Nossa, eu amei a capa da Vogue com a Anne, mas depois desse seu post fiquei me perguntando pq ta tão sem sal! ahahahaha


    s2 Vogue Nippon, com editoriais e capas LINDAS!


    Bjobjo

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Olá Hannah adorei o post! Na minha opinião na Vogue Paris as capas são mais estilosas.
    Gostei de te conhecer no encontro viu minha linda, apesar de não termos tempo de conversar mais, mas vão ter outras oportunidades! Tentei seguir o Fashion Desejo mas não consegui,viu!
    Bjoks!!!
    www.misturELAS.blogspot.com

    ResponderExcluir